Empreendedorismo

Vale a pena abrir loja em shopping?

alugar-loja-em-shopping-vale-a-pena

Muitos empreendedores têm um certo receio quanto ao aluguel de espaços dentre dos shoppings. Para eles, as altas taxas e os aluguéis proibitivos seriam sérios limitadores do sucesso de lojas e restaurantes que se aventuram dentro desses centros comerciais.

Mas será que não vale mesmo a pena abrir uma loja em um shopping? Veremos hoje os prós e contras enfrentados por quem resolve levar seu negócio para dentro desses centros comerciais.

As vantagens do aluguel em Shopping

A principal vantagem que é facilmente identificada é o movimento consolidado de pessoas dentro de shoppings que já possuem sucesso no mercado.

Diariamente milhares de pessoas transitam dentro deles, muitas vezes com o objetivo claro de fazer compras.

Por mais que as ruas mais badaladas nos centros das grandes cidades também tenham um grande movimento, a maioria das pessoas que passam por ali não tem nenhum objetivo de comprar ou consumir um produto.

O segundo ponto muito defendido por quem opta por tal aluguel é a segurança proporcionada. Estabelecimentos comerciais em quase todas as cidades brasileiras sofrem com a criminalidade que os afronta com assaltos, furtos e até danos ao patrimônio físico da loja. Mesmo que alguns assaltos ocorram no interior dos shoppings, é muito mais raro.

Para os clientes existe a comodidade do estacionamento, mesmo que ele seja pago. Banheiros bem cuidados estão disponíveis na maioria deles, sem que seja necessário interferência ou preocupação do lojista.

Por último, caso seu contato com o locatário anterior seja possível, alguns números e o histórico daquele ponto poderão ser apurados. O mesmo vale para os locatários vizinhos ao seu ponto. Entender os motivos do fracasso do lojista anterior são interessantes para compreender seu potencial, o que geralmente não acontece em pontos desconhecidos ou que não possuem referências conhecidas.

O preço do aluguel de uma espaço no shopping depende exclusivamente de sua localização. O estudo da posição correta dentro da planta do shopping pode fazer toda a diferença para seu negócio.

O preço do aluguel de uma espaço no shopping depende exclusivamente de sua localização. O estudo da posição correta dentro da planta do shopping pode fazer toda a diferença para seu negócio.

As desvantagens em alugar uma loja em um shopping

O movimento consolidado que mencionamos na primeira vantagem dos shoppings vem junto de um dificultador: a concorrência.

Caso sua empresa trabalhe em um ramo tradicional, como a venda de roupas, com certeza enfrentará uma forte concorrência muito próxima e terá que combater preços e disponibilidade de opções dos concorrentes diretos.

Esse dificultador é minimizado por quem aposta em alugar pontos comerciais mais afastados, aproveitando para oferecer a comodidade da proximidade para os habitantes próximos ao negócio.

O segundo ponto negativo é aquele que dói no bolso: o alto custo do aluguel e demais taxas cobradas pelos shoppings e suas administradoras. Estima-se que o custo anual médio de um espaço em um grande shopping é 30% maior do que um espaço com movimento e localização parecidos em uma mesma cidade.

É comum inclusive a cobrança do 13º aluguel de todos os logistas, além de taxas que são semelhantes a um condomínio e que busca viabilizar a manutenção do shopping como um todo.

O custo é ainda maior quando consideramos as participações em promoções, muito comuns na maioria dos shoppings. O que muita gente não sabe é que aqueles automóveis oferecidos nos sorteios em datas especiais são financiados pelos próprios logistas, e os custos costumam ser extremamente altos. O valor é cobrado todos os meses e é aplicado em um fundo comum entre todos os lojistas. Gira em torno de 20% do valor bruto do aluguel.

Outro custo que é comum ao alugar qualquer “ponto comercial” é o pagamento de uma tarifa para instalação da nova loja. No caso dos shoppings, costuma ser chamada de luva, e seu valor varia de acordo com a localização da loja dentro do shopping.

Um shopping center em São Paulo costuma cobrar entre 500 mil e 1 milhão de reais para seus espaços de até 40m². Não se engane, esse valor não retorna para você ao deixar o imóvel, tendo uma validade que costuma ser de até 5 anos.

A soma das despesas de aluguel, condomínio e fundo de promoções é o que compõe o chamado custo de ocupação de um shopping. Como parâmetro, considere que ele nunca deverá ser superior a 15% de seu faturamento mensal.

Quais negócios devem evitar o shopping?

Muitos negam aceitar a ideia, mas abrir uma loja em um shopping não é algo indicado para quem está começando seu primeiro negócio.

A facilidade proporcionada pelos pontos positivos que demonstramos pode ser consumida rapidamente pelos custos de instalação e manutenção do negócio.

Não ter um parâmetro correto do potencial de faturamento do negócio ou do correto posicionamento de seus produtos levará seu negócio a fechar no vermelho por vários meses seguidos.

Não é à toa que a rotatividade de lojas é muito alta no Brasil. A maioria é consumida pela falta de experiência e pelo custo maior que o planejado.

O conselho dos especialistas é partir para um shopping como opção para uma segunda loja ou então como migração de um negócio já consolidado, que possua caixa e patrimônio suficientes para enfrentar momento inicias mais turbulentos.

Vale a pena alugar uma loja dentro de um shopping center?

A resposta para tal pergunta dependerá exclusivamente do potencial de seu negócio e suas intenções com ele. Se sua empresa oferece produtos diferenciados e que podem ser divulgados pela internet, não há muito sentido prático em levá-lo para dentro de um shopping center – você poderá se beneficiar de um aluguel muito mais barato em outra localização da cidade.

Se sua ideia depende exclusivamente do potencial das vitrines e possui atração suficiente para seduzir consumidores ávidos por ofertas e presentes, o shopping continua sendo o melhor local.

É para poucos empresários? Sim, até mesmo pelo valor proibitivo das luvas. Mas caso sua ideia seja sustentável, necessária e possua um faturamento linear mesmo em tempo difíceis, os shopping poderão te trazer conforto e segurança para prosperar: assim como foi para diversas lojas que estão neles há décadas.