Carreira Conselhos

8 sinais de que você está lidando com uma pessoa manipuladora

Muitos de nós já sentiram na pele ou sofreram uma tentativa de manipulação emocional. Especialmente no ambiente corporativo, indivíduos sem escrúpulos costumam ser manipuladores devido a alta eficácia dessa abordagem.

Alguns anos atrás, o Facebook, em conjunto com pesquisadores da Cornell e da Universidade da Califórnia/EUA, conduziram um experimento em que intencionalmente 689.000 usuários tiveram seus feeds editados para que vissem apenas histórias negativas, enquanto outros só vissem histórias positivas. A pesquisa passou então a observar as postagens realizadas por ambos os grupos, conforme seu exposição. Chamou atenção que o grupo exposto pelas histórias negativas, na maioria dos casos passava a postar notícias e assuntos tão negativos quanto, enquanto o outro grupo fazia exatamente o oposto.

Aprenda 11 passos para conseguir ler mais livros e ampliar seus conhecimentos

A facilidade da manipulação

O Facebook foi durante criticado pela condução dessa experiência, principalmente porque nenhum dos “participantes” deram seu consentimento para participar do estudo.

Talvez mais assustador do que essa gafe do Facebook era apenas a facilidade com que as emoções das pessoas foram manipuladas. Afinal, se o Facebook pode manipular suas emoções apenas com uma alteração na condução de feed de notícias, imagine o quanto mais fácil é para uma pessoa real, que conhece seus pontos fracos e objetivos.

Um manipulador emocional qualificado pode destruir sua auto-estima e até mesmo fazer você questionar sua sanidade.

É precisamente pelo fato da manipulação emocional ser tão destrutiva que é importante que você possa reconhecê-la em seu cotidiano, especialmente no ambiente de trabalho.

Fazer isso não é tão fácil quanto poderia ser, porque manipuladores emocionais são tipicamente pessoas muito inteligentes, que sabem exatamente o que está fazendo e já fizeram isso muitas outras vezes em suas vidas. Eles começam com uma manipulação sutil e aumentam as apostas conforme o tempo passa e a “vítima” vai demonstrando sua ingenuidade e fraquezas.

Porém, caso você se concentre em identificar os traços que demonstramos abaixo, identificar uma pessoas manipuladora será muito mais fácil.

Como identificar uma pessoa manipuladora através de 8 sinais

vantagens-de-ser-manipulador

1. Eles conseguem te fazer acreditar em coisas que não aconteceram e vice-versa

Os manipuladores emocionais são mentirosos incrivelmente qualificados. Eles conseguem tanto te convencer que não fizeram algo que de fato fizeram, quanto que fizeram algo que jamais de fato realizaram. O problema é que eles são tão bons nisso que você acaba questionando sua própria sanidade. Os manipulares usam essa artimanha para minimizar em suas vidas o fator do erro, que todos estão sujeitos, mas que por eles jamais será assumido.

2. Suas ações não correspondem às suas palavras.

É o famoso “faça o que eu digo, não faça o que eu faço. Os manipuladores emocionais vão te dizer o que sabem que você quer ouvir, mas suas ações geralmente não seguiram suas próprias palavras. Eles se colocam a disposição sempre, mas, quando chega a hora da execução, eles agem como se suas ideias ou pedidos fossem uma loucura completa. Lembram sempre que é uma grande sorte tê-lo na equipe, para em seguida agira como se você fosse um fardo. Eles fazem você questionar a realidade e moldar sua percepção de acordo com o que é conveniente para eles em cada situação.

3. Eles são especialistas em distribuição de culpa.

Manipuladores são mestres em alavancar sua culpa para sua vantagem própria. Se você expor algo que está incomodando, eles farão você se sentir culpado por mencioná-lo. Se não o fizer, eles fazem você se sentir culpado por mantê-lo em segredo. Quando você está lidando com manipuladores emocionais, tudo o que você faz é errado, e, não importa quais os problemas que vocês dois estão enfrentando, eles serão culpa exclusivamente sua.

4. Eles serão sempre a vítima.

Como já alertamos, nada de relevante e ruim que acontecer será culpa deles em nenhuma hipótese. Não importa o que eles fazem – ou deixam de fazer – tudo será culpa de outra pessoa. Se você ficar bravo ou chateado com alguma atitude de um manipulador, a culpa será sua por ter expectativas irracionais sobre ele e seus comportamentos; se ele ficar irritado, a culpa é sua por perturba-lo.

5. Eles são muito, muito breves.

Seja uma relação pessoal ou uma relação de negócios, manipuladores emocionais sempre parecem pular algumas etapas nesses processos. Eles compartilham muito em pouco tempo – e esperam o mesmo de você. Eles costumam demonstrar vulnerabilidade e sensibilidade, mas este é apenas um artifício ardil. A farsa tem a intenção de fazer você se sentir “especial” por ouvir tanto sobre ele, mas também tem a intenção de fazer com que você não sinta apenas pena deles, mas também como responsável por seus problemas e sentimentos.

6. Eles são um buraco negro emocional.

Seja qual for manipuladores emocionais estão sentindo, eles são gênios em chupar todos ao seu redor para essas emoções. Se eles estão de mau humor, todos ao seu redor sabe disso. Mas isso não é a pior parte: eles são tão hábil que, não só é todos conscientes do seu estado de espírito, eles se sentem isso também. Isso cria uma tendência para as pessoas a se sentir responsável por estados de espírito do manipulador e obrigado a corrigi-los.

7. Os problemas deles são sempre maiores que os seus.

Não importa quais problemas você possa ter, manipuladores emocionais sempre terão problemas maiores. Eles fazem isso para minar a legitimidade das suas queixas, lembrando-lhe que os seus problemas pessoais são mais graves e nem por isso estão pedindo a piedade de ninguém. A mensagem? Você não tem nenhuma razão para reclamar, então siga trabalhando.

8. Eles sabem todas as suas fraquezas e não exitam em fazer uso disso.

Manipuladores emocionais conhecem seus pontos fracos melhor do que você, e eles são muitos rápidos para usar isso contra você. Se você está inseguro sobre o seu peso, eles comentam sobre o que você comeu a mais ou a maneira como suas roupas estão mais apertadas; se você está preocupado com uma futura apresentação, eles vão te lembrar o quão terríveis serão os participantes e a dificuldade que terá para se sair bem. Eles possuem sim consciência de suas emoções, medos e desejos, mas usarão sempre para manipulá-lo, não para fazer você se sentir melhor.

Como superar a manipulação

O ideal é conviver o menor tempo possível com pessoas manipuladoras. Mas como na maioria das vezes essas pessoas podem ser familiares ou até mesmo chefes, fugir nem sempre será a opção de curto prazo.

Então o correto é distanciar-se emocionalmente e começar a agir como um terapeuta age nos momentos de interação: sempre escute mais do que fale – não se abra para essa pessoa em nenhuma hipótese. Você não precisa entrar em seu caos emocional, responda apenas o estritamente necessário que for perguntado.

Manter uma distância emocional requer consciência. Você só conseguirá se defender dos ataques que essa pessoa fará em cima de suas fraquezas caso perceba que é exatamente isso que ele está fazendo.

Depois de identificar um manipulador, o comportamento dele e as atitudes serão mais previsíveis e mais fáceis de entender. Isto te fará pensar racionalmente sobre quais assuntos deverá conversar ou não com esse tipo de pessoa.

Ao estabelecer limites e demonstrar que há barreiras emocionais entre você e o manipulador, automaticamente ele perderá o controle sobre você, demonstrando ser na maioria das vezes uma pessoa frágil e que só sabe interagir e liderar pessoas mediante a manipulação.

Confira 15 dicas para lidar com um emprego que você odeia