Produtos de crédito

Visa ou MasterCard, qual é melhor e oferece mais vantagens?

visa ou master card

Visa ou MasterCard? Se você tem cartão de crédito ou se já teve a oferta de um em bancos, lojas ou outros estabelecimentos, deve ter sido perguntado, ou menos ter pensado sobre o assunto. Afinal, qual bandeira de cartão de crédito é melhor? Faz alguma diferença em sua vida? Explicaremos em detalhes as diferenças entre os cartões Visa e MasterCard.

O que é bandeira de cartão de crédito?

A bandeira nada mais é o do que a empresa responsável pela transação que é feita na maquininha, quando você realiza uma compra com o cartão de crédito ou débito.

As mais famosas e líderes de mercado nas últimas décadas são a Visa e a MasterCard, sendo a primeira a maior do mundo em número de cartões emitidos e a segunda a maior do Brasil.

Além delas é importante lembrar das bandeiras Diners Club (a pioneira e inventora do cartão de crédito, como vimos na história dos cartões) e a American Express, gigante do segmento de alta renda.

No Brasil temos em forte ascensão a bandeira Elo, que nasceu de uma parceria entre o Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica, sendo que hoje a maior parte dos cartões das 3 instituições já é emitidos nessa bandeira.

O que é variante de cartão de crédito?

Outra dúvida muito comum para o consumidor é sobre a variante do cartão de crédito. Diferente da bandeira e do emissor, a variante define o “nível” de seu cartão, e os benefícios que ele oferece.

Você provavelmente já deve ter visto alguma propaganda sobre cartões MasterCard Black ou Visa Infinite. Essas são as variantes mais caras das bandeiras mais populares, destinadas aos clientes com maior renda e investimentos.

Não é a Master ou a Visa que definem qual cliente terá o cartão, e sim o banco emissor de acordo com sua estratégia. Porém, os benefícios oferecidos pelas variantes especiais como seguros de viagem, seguros de automóveis alugados, garantias estendidas, salas VIP em aeroportos, são comuns e oferecidos pelas próprias bandeiras.

Os cartões Black e Infinite chegam a custar cerca de R$900,00 anuais como tarifa de manutenção, mas clientes com muito dinheiro aplicado ou que gastam mais de R$ 10 mil mensais (dependendo do emissor) não pagam essa tarifa.

Em tempos de crise é preciso gastar com sabedoria, confira nossas dicas sobre o assunto.

Existem vantagens ao escolher entre Visa, Master ou outra bandeira?

Entre as duas principais bandeiras do mercado, considerando os cartões básicos de cada marca, para o consumidor final existirão pouquíssimas diferenças.

É importante destacar que a maior parte dos aspectos negociais de um cartão de crédito não tem nada a ver com a bandeira, como a taxa de juros, anuidade cobrada ou multa por atraso. Nada disso estará atrelado ao fato do cartão ser MasterCard ou Visa, e sim em relação a instituição financeira que vendeu o cartão.

Superado tal fator, nota-se que se você está pesquisando qual cartão oferece as melhores condições, deverá se importar com o banco emissor, e não diretamente com a bandeira.

Partimos então para os dados sobre cada um dos cartões mais populares no Brasil:

o que Visa Electron

Visa:

  • Aceito em mais de 200 países.
  • São mais de 146 milhões de cartões de crédito emitidos no Brasil.
  • Ao todo são cerca de 28 milhões lojas e sites que aceitam Visa.
  • Oferece descontos em lojas físicas e online, tanto na área de alimentação, vestuário, como viagens.

MasterCard vale a pena

Master Card:

  • Maior do Brasil, com 150 milhões de cartões de crédito MasterCard emitidos.
  • Presente em mais países do que o Visa, são 210 no total.
  • Aceito em mais de 36 milhões de estabelecimentos diferentes, 8 milhões a mais que o concorrente.
  • Mesmo nas variantes mais básicas, oferece vantagens como o MasterCard Surpreenda, que através de pontos “presenteia” ingressos para cinemas e descontos em restaurantes.

Na prática (especialmente no Brasil), o consumidor não terá problemas de aceitação de ambos os cartões. Tanto as maquinetas da Cielo quanto Rede (antiga RedeCard) aceitam ambos os cartões, além de quase todas as demais maquininhas, como a Stone, Elavon, PagSeguro, Bin e outras opções Brasil afora.

Compensa ter 2 cartões de crédito diferentes?

Do ponto de vista prático entre Visa e MasterCard, não, a não ser que eles sejam totalmente gratuitos.

Para saber como ter um cartão de crédito Master sem anuidade e tarifas você clica aqui. E para conferir como pedir um cartão Visa grátis, é só clicar aqui.

Agora, se você pensa em contratar em seu banco tanto um cartão Visa quanto um Master e ainda pagar duas anuidades e tarifas de emissão para isso, nós não recomendamos. Tanto o MasterCard Surpreenda quanto as eventuais promoções realizadas pela Visa não são programas que façam valer a pena por si só o pagamento de tarifas.

Recomendamos que você foque em ter um cartão que atenda a maior parte das suas necessidades, com um limite aderente ao seu perfil de gastos, sem que ele seja dividido entre duas bandeiras diferentes.

E as outras bandeiras “menores”?

Nem só de Visa e MasterCard vive o mercado de cartões de crédito brasileiro. Por fora correm bandeiras que são menores por aqui, mas que trazem alguns benefícios que podem valer a pena, dependendo do que cada um procura.

cartoes diners como ter

Os cartões Diners Club não estão mais disponíveis no Brasil devido a fim do Citi Bank por aqui.

Cartão Diners Club

O cartão de crédito Diners Club, por exemplo, é emitido no Brasil apenas pelo CitiBank, banco este que está de saída do país e já foi colocado à venda. Não se sabe se será comprado pelo Itaú, Safra ou Santander (os 3 fizeram ofertas) e nem se a marca seguirá viva, portanto pode ser uma dor de cabeça abrir a conta para ter um Diners agora.

No momento apenas o cartão Diners Internacional Corporate (destinado a empresários) está sendo emitido. Como curiosidade, o foco do Diners sempre foi classe média alta (de renda acima de 3 mil reais para o cartão básico e 7 mil para o Exclusive) e que possuía foco no interessante programa de milhas aéreas do cartão, que demoravam mais para expirar.

Para quem já tem o cartão, o seu principal ponto negativo é a aceitação: apenas maquinetas da Cielo o aceitam.

cartão vivo hiper itau

 

Cartão Hiper (antigo Hipercard)

Outro cartão muito famoso na década passada foi o Hipercard do Itaú/RedeCard, que destacava-se pelas opções de crediário em grandes lojas, e também pelo marketing intenso na época, onde milhares de cartões eram mandados com limites pré-aprovados para clientes e não clientes do banco, prática que foi proibida mais tarde.

Focado especialmente no público de renda mais baixa, hoje ele se chama apenas Hiper e tem uma aceitação similar ao que vemos em cartões como American Express, Diners e Elo, mas muito menor que Visa e MasterCard, pois só é aceito em maquinetas da própria Rede.

cartões American Express Centurion vale a pena

Os cartões American Express são focados no segmento de alta renda.

American Express

Um dos cartões mais “luxuosos” do Brasil, o American Express é extremamente focado na alta renda e em mimos como descontos no cinema, oferta de seguros nas viagens internacionais, parcerias com lojas para oferecer parcelamento sem juros, entre muitos outros.

De forma muito parecida com o Diners, o foco dos cartões Amex é o relacionamento especial com o cliente.

Nas desvantagens, temos sua baixa aceitação: apenas maquinetas da Cielo habilitadas pelo lojista podem aceitar esse cartão. Ou seja, além de possuir a maquineta, o estabelecimento precisa desejar aceitá-lo, pois a cobrança de comissão em cima das vendas é mais alta dos que de outros cartões.

cartões elo

A família de cartões Ourocard do Banco do Brasil já tem lugar em destaque para a bandeira Elo.

Os cartões Elo

A bandeira mais promissora no país é também a mais recente. Conforme mencionamos, a bandeira Elo foi criada por grandes bancos brasileiros que desejavam deixar de pagar os bilhões de dólares anuais para bandeiras internacionais como Visa e MasterCard, fortalecendo assim uma marca 100% nacional.

A maior polemica em torno dos cartões Elo ainda é sua aceitação: apenas maquinetas da Cielo e da Getnet (Santander) aceitam esse cartão. Portanto, aquelas lojas que possuem apenas maquininhas da Rede não conseguem aceitar esses cartões.

A outra diferença é sua baixíssima aceitação internacional, que foi iniciada apenas no segundo semestre de 2016 e dependerá de parcerias com bandeiras internacionais para que possa ser expandida. Se você possui interesse pelo cartão, observe bem os custos com anuidade e demais condições como milhas aéreas (e a possibilidade de não conseguir usá-lo lá fora).

Fim da exclusividade de bandeiras pode beneficiar as menores

O Banco Central tenta há muitos anos acabar com a exclusividade de bandeiras de cartão aceitas em cada uma das maquinetas disponíveis no Brasil.

A ideia é de que qualquer cartão de crédito ou débito emitido por banco brasileiro autorizado seja aceito em qualquer estabelecimento que tiver uma maquininha, seja ela qual for.

Tal medida beneficiaria o consumidor, que só teria que se preocupar com a existência do equipamento e do seu limite disponível, além dos comerciantes, que poderão escolher a maquineta que ofereça as melhores condições, sem preocupações com os cartões que ela aceita ou deixa de aceitar.

Porém, graças a forte pressão exercida pelas empresas que desejam manter seus diferenciais, não há previsão para que tal liberação seja realizada.

Além dos cartões de crédito sem anuidade, agora é possível ter uma conta em banco gratuita e pelo celular, confira.

Concluindo

Diante de tudo que trouxemos, concluímos que independente da sua escolha por um cartão de entrada MasterCard ou Visa, não haverá implicações significativas. A inexistência do programa MasterCard Surpreenda para quem tem Visa pode ser compensada por sorteios ou descontos em grandes sites, e vice-versa.

Já para quem possui uma renda mais alta, é importante checar dentro dos sites especiais dos cartões Visa Infinite e MasterCard Black quais são os benefícios que realmente farão diferença em suas viagens internacionais.

Já dentre os cartões menores, há sim muito o que considerar. Se você é daqueles que usa o cartão de crédito, a baixa aceitação de opções como Elo, Diners ou Amex poderá fazer muita diferença em sua rotina, o obrigando a andar por aí com dinheiro na carteira ou comprar dois cartões de crédito de bandeiras diferentes.